• Resenha: A Outra Vida

  • Resenha: A Menina Que Semeava

  • Resenha: O Substituto

21 de jan de 2014

Lançamentos de Fevereiro de 2014 da Editora Novo Conceito

Por Toda A Eternidade - Firefly Lane - Livro 02 - Kristin Hannah.
Sinopse: Tully Hart é uma mulher ambiciosa, movida por grandes sonhos que, na verdade, escondem as lembranças de um passado de abandono e dor. Ela acredita que pode superar qualquer coisa ao esconder bem fundo os sentimentos de rejeição que carrega desde a infância... Até que sua melhor amiga, Kate Ryan, morre. Então, tudo começa a mudar para Tully, que se vê escorregando em um precipício cheio de memórias melancólicas e remédios para dormir... Dorothy Hart — ou Cloud, como era conhecida nos anos 1970 — está no centro do trágico passado de Tully. Ela abandonou a filha repetidas vezes na infância. Até que as duas se separaram de uma vez por todas. Aos dezesseis anos, Marah Ryan ficou devastada pela morte da mãe, Kate. Embora seu pai e seus irmãos se esforcem para manter a família unida, Marah transformou-se numa adolescente rebelde e inacessível em sua dor. Tully tenta aproximar-se de Marah, mas sua incapacidade para lidar com os sentimentos da afilhada acaba empurrando a menina para um relacionamento infeliz com um rapaz problemático. A vida dessas mulheres está intimamente ligada, e a maneira como elas vão rever seus erros e acertos constrói um romance comovente sobre o amor, a maternidade, as perdas e o novo começo. Onde há amor, há perdão...

Enders - Starters - Livro 2 - Lissa Price
Sinopse: Com o banco de corpos da Prime Destinations destruído, Callie já não pode alugar-se para os assustadores Enders. Mas os Enders ainda podem entrar em sua mente e obrigá-la a fazer coisas que não quer. Como machucar alguém que ama. Somente remover o chip salvaria a vida de Callie — mas isso também silenciaria a voz em sua cabeça que pode pertencer a seu pai. Callie tem lampejos de de memória de sua ex-locatária em sua cabeça, também… e Old Man retornou, causando medo. Quem é real e quem está se mascarando em um corpo adolescente?

Dias Melhores Virão - Jennifer Weiner.
Sinopse: A vida de quatro mulheres muito diferentes se entrelaçam de formas inesperadas neste novo romance da autora best-seller Jennifer Weiner. Cada mulher tem um problema: Jules Widgren, formanda de Princeton precisa de dinheiro para ajudar o pai dela a curar seu vício; A dona de casa Annie Barrow está desesperada para ficar financeiramente estável; India Bishop anseia por ter um filho, um desejo que sua enteada Bettina só pode considerar com profundo ceticismo até ela se encontrar em uma situação inesperada. Dramas interligados, concebidos para enredar o leitor e construir um best-seller.



Tempo de Mudanças - Lisa Jewell
Sinopse: Em um hospital em Bury St Edmunds, Daniel Blanchard está morrendo. A amiga Maggie May é sua companheira nesta jornada até o fim: senta-se ao seu lado todos os dias, segurando-lhe a mão e ouvindo histórias de sua vida, seus arrependimentos e seus segredos: os filhos que nunca conheceu e que, provavelmente, nunca conhecerá. Lydia, Dean e Robyn não conhecem o pai e também não se conhecem. Ainda... Todos eles estão passando por uma fase de mudanças e de dificuldades: Lydia carrega as cicatrizes de uma infância traumática e, embora seja rica e bem-sucedida, sua vida é solitária e confusa. Dean é um jovem sobrecarregado por uma responsabilidade imprevista, cuja vida está indo para lugar nenhum. E Robyn começou a faculdade de medicina, mas sente que alguma coisa não está certa. Três jovens com histórias muito diferentes, mas que se sentem igualmente perdidos e à procura de alguma coisa, como se faltasse um elo para dar sentido às suas vidas. E então, quando eles percebem que seus caminhos estão se cruzando, tudo começa a mudar...


Poseidon - Of Poseidon - Livro 01 - Anna Banks
Sinopse: Galen é o príncipe de Syrena enviando à terra para encontrar uma garota que pode se comunicar com peixes. Emma está de férias na praia quando ela litaralmente corre de encontro a Galen. Ambos sentem um conexão, mas vai demorar vários encontros incluindo um mortal com um tubarão para Galen se convencer dos dons de Emma. Agora se ele pelo menos pudesse convencer Emma de que ela segura consigo a chave para seu reino... Contado a partir de ambos dos pontos de vistas, Emma e Galen, aqui está uma história de peixe fora d'água, humor que intriga e ondas de romance.

Um Conto do Destino - Acredite em milagres - Mark Helprin
Sinopse: É possível amar alguém tão plenamente que a pessoa não pode morrer? Entre o amor e o destino, entre a luz e a escuridão, milagres podem acontecer! Em uma noite especialmente fria, o exímio mecânico – e larápio – Peter Lake consegue invadir uma mansão do Upper West Side que mais parece uma fortaleza. Ele pensa que não há ninguém em casa, mas a filha do dono o surpreende em plena ação. Assim começa o romance entre o ladrão de meia-idade e Beverly Penn, uma jovem que tem pouco tempo de vida. O amor que os une é tão poderoso que levará Peter Lake, um homem simples e sem instrução, a desejar parar o tempo e trazer os mortos de volta. Surpreendente e intenso, "Um Conto do Destino" nos transporta do século 19 ao final do século 20, na virada do milênio. Os personagens se encontram e se perdem ao sabor do destino, que insiste em brincar com aqueles que encontra pelo caminho. Uma pintura mágica da beleza e do amor, sobre a morte que desafia e sobre a vida que se afirma sobre ela.

20 de jan de 2014

Prêmio Bang! Brasil

O selo Saída de Emergência está promovendo o prêmio Bang para novos escritores, confiram todas as informações abaixo e não deixe de enviar o seu manuscrito!


8 de jan de 2014

Resenha de A Garota do Penhasco - Lucinda Riley

Autores: Lucinda Riley
Título: A Garota do Penhasco
ISBN: 9788581632575
Selo: Novo Conceito
Ano: 2013
Edição: 1/2013
Número de páginas: 528

Sinopse: A Garota do Penhasco é um romance que enreda o leitor através de vários fios: a história de Grania Ryan e sua querida Aurora Devonshire, a garota do penhasco, nos fala sobre mudança de vida.
A história das famílias Ryan e Lisle é um lindo conto sobre um século de mal-entendidos e rancor entre inimigos que se acreditam enganados por falcatruas financeiras.
O caso de amor entre Grania Ryan e Lawrence Lisle comove por sua delicadeza e força vertiginosa que culmina em imensa tristeza.
Mas, sobretudo, A Garota do Penhasco é um livro que mostra como é possível encontrar uma finalidade, um propósito, quando todas as esperanças parecem perdidas.

por Carla Rodriguez



A Garota do Penhasco é um livro que alterna sua narrativa entre os dias atuais e o período durante e pós a Segunda Guerra Mundial, contando a história de duas famílias, os Lisle e os Ryan, que durante gerações viram seus caminhos se cruzarem e todas as vezes terminando de alguma forma trágica.


Lucinda Riley, com sua cara de boneca de porcelana, esconde sua verdadeira face, uma face de crueldade com seus leitores, ou pelo menos foi assim que me senti lendo A Garota do Penhasco. Não me entenda mal, é um livro lindo, Lucinda parece escrever poesia, mas tem tanta dor, tanto sofrimento, que algumas vezes eu precisei abandoná-lo e procurar algo divertido que me distraísse e me desligasse um pouco de toda aquela tristeza. É impossível não se apaixonar pelas protagonistas, mulheres sofredoras e ainda sim fortes, doces e que quase sempre sofreram por amar de mais os outros, por serem boas de mais.


Esse um livro sobre amor, o mais puro e incondicional, sobre erros do passado e sobre reconstrução, mas também um livro sobre traição e egoísmo. A Garota do Penhasco não é um livro qualquer, é daqueles que a gente lê e sabe que nunca mais vai esquecer. Ele toca no coração da gente.

Seja pelo meu histórico familiar ou por vir de uma cidade pequena e quase "interior", os efeitos e as consequências da Segunda Guerra Mundial sempre me pareceram algo tão distante, de muitos e muitos séculos passados, não algo de apenas algumas décadas. Sempre soou pra mim quase como uma lenda, algo que eu me negava acreditar que realmente aconteceu um dia, consequentemente, poucas vezes reflei sobre o que poderia ter causado as pessoas que viveram esse período. Pensar nisso sempre me doeu, na verdade acho que dói a qualquer pessoa em sã consciência. Com isso, minhas reflexões sobre o assunto sempre se limitaram a leitura de livros que tratavam do tema, como um meio de proteção, já que ao fechar o livro eu voltava a levantar minhas barreiras sobre uma das maiores catástrofes da nossa história. Ler A Garota do Penhasco me fez refletir sobre como algumas famílias foram tão fortemente afetadas que as consequências durem até os dias de hoje, quanto essas pessoas perderam e como seus destinos mudaram.

A Garota do Penhasco é um livro incrível, mas é um livro triste, ele faz a gente pensar e dar mais valor as pessoas que a gente tem por perto. Leitura obrigatória, mas você deve estar preparado.



7 de jan de 2014

Lançamentos de Janeiro de 2014 da Editora Intrínseca

A menina que roubava livros, de Markus Zusak
O livro ganhou edição especial com capa inspirada no pôster da adaptação cinematográfica. Na obra, a vida de Liesel Meminger é contada pela Morte, uma narradora mórbida, porém surpreendentemente simpática, que acompanha os passos da menina de 1939 a 1943.
Liesel foi enviada pela mãe para uma cidade alemã na tentativa de salvá-la dos nazistas, que a perseguiam. A menina é adotada por um casal alemão numa cidadezinha perto de Munique e lá Liesel recomeça a vida, aprende a ler com o pai adotivo, ajuda a esconder um judeu no porão de casa e aprende o valor das histórias. Em A menina que roubava livros, o leitor entra em contato com medo, coragem, crueldade e generosidade que fascinam a humanidade.


Homeland – como tudo começou, de Andrew Kaplan
Após escapar de uma emboscada durante um encontro clandestino no Líbano, a oficial de operações da CIA Carrie Mathison é informada sobre um iminente ataque terrorista aos Estados Unidos. Impedida de investigar o caso depois de uma discussão acalorada com seu chefe direto, ela é mandada de volta à sede da agência, em Langley, Virgínia.
Com o firme propósito de impedir uma catástrofe, Carrie segue com a investigação de forma independente, muitas vezes contrariando ordens expressas de seus superiores. Atrás de provas que conectem o possível ataque ao líder da Al-Qaeda no Iraque, ela precisará arriscar a carreira e até mesmo a vida para descobrir a verdade. Com a mesma dose de suspense e as intrincadas reviravoltas que fizeram de Homeland uma série campeã de audiência, o livro revela a história pregressa de seus principais personagens e conduz o leitor ao interior da mente de sua brilhante espiã.

O Código Bro, de Barney Stinson
A obra é um companion book da famosa série de TV How I Met Your Mother, que estreou no dia 02 de janeiro na Band com o título Como Conheci Sua Mãe. Quem assina o canal fechado Fox também pode acompanhar o programa, e todas as temporadas completas estão disponíveis na Netflix. Com 18 prêmios no currículo, um perfil oficial no Twitter com mais de 500 mil seguidores e mais de 24 milhões de curtidas em sua fan page, a série é um sucesso de público e crítica.
O Código Bro é uma espécie de bíblia escrita pelo personagem Barney Stinson, que apresenta um verdadeiro código de conduta para que o leitor se transforme em um “Bro”. O livro ensina algumas soluções para problemas cotidianos, como ter casos de uma noite só, levar sempre a quantidade certa de bebida para uma festa ou fingir um profundo conhecimento de esportes e mecânica, entre outras habilidades incríveis e muito úteis para quem pretende ser um membro da “confraria masculina”.


Salinger, de David Shields e Shane Salerno
Autor do grande sucesso O apanhador no campo de centeio, Salinger sempre será lembrado e respeitado por muitas pessoas. Afinal, ele influenciou inúmeras gerações de novos leitores. Ao longo de nove anos, Shane Salerno e David Shields entrevistaram mais de duzentas pessoas ligadas a Salinger (amigos, amantes, editores e conselheiros espirituais, entre outros) para reunir relatos reveladores sobre a vida do escritor, cujo desejo de privacidade e reclusão era notório. Parte do material incluído na biografia é inédita, como fotos de Salinger durante a Segunda Guerra Mundial, imagens de possíveis inspirações de seus personagens e trechos de cartas e contos nunca publicados.

A garota que você deixou para trás, de Jojo Moyes
Convocado para lutar na Primeira Guerra Mundial, um pintor francês se vê obrigado a se separar da esposa, Sophie. Sentindo-se sozinha e vivendo em sua pequena cidade natal, agora ocupada por soldados alemães, ela se apega a uma lembrança deixada pelo marido, um retrato dela mesma, pintado por ele. A obra chama a atenção do novo comandante alemão, e Sophie resolve arriscar tudo na esperança de rever o grande amor, feito prisioneiro de guerra.
Em Londres, quase um século depois, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa, onde um retrato de uma bela jovem, presente do marido pouco antes de sua morte prematura, está pendurado na parede. O quadro a mantém ligada ao passado. Quando Liv decide retomar sua vida, um encontro inesperado revela o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória. Ao mergulhar na história da moça do quadro, Liv vê, mais uma vez, a própria vida virar de cabeça para baixo.
A garota que você deixou para trás alterna as alegrias e as tristezas das grandes histórias de amor.

A estrela que nunca vai se apagar, de Esther, Lori e Wayne Earl
Esther Grace Earl sonhava em ser escritora. A garota que inspirou John Green a escrever de A culpa é das estrelas, perdeu a batalha contra o câncer em 2010, aos 16 anos, e terá sua história contada com suas próprias palavras no livro A estrela que nunca vai se apagar.
Com introdução de John Green, além de anotações dos pais, dos irmãos e dos amigos de Esther, o livro reúne fotos, ilustrações, cartas e a reprodução de parte do diário da jovem.  Segundo Wayne, a filha começou a criar histórias aos cinco anos e nunca mais parou. Esther encarou as dificuldades da doença que abreviou seus dias com muita doçura e bom humor. Com vídeos divertidos em seu canal no YouTube, o cookie4monster4, ela conquistou amizades a muitos quilômetros de distância, encantando milhares de pessoas com seu carisma e o sorriso com covinhas. Inclui-se aí o amigo mais famoso, que dedicou a ela o livro A culpa é das estrelas, publicado em mais de 30 países.

2 de jan de 2014

Resenha de Na Companhia das Estrelas

Autores: PETER HELLER
Título: Na Companhia das Estrelas
ISBN: 9788581632445
Selo: NOVO CONCEITO
Ano: 2013
Edição: 1/2013
Número de páginas: 408
Altura: 23 cm.
Largura: 16 cm.
Profundidade: 1 cm.
Acabamento: Brochura
Faixa Etária: a partir de 12 anos
Preço Sugerido: R$ 29.90
Área Principal: FICÇÃO
Assuntos: DISTOPIA | DRAMA


Sinopse: Em um mundo devastado pela doença, Hig conseguiu escapar à gripe que matou todo mundo que ele conhecia. Sua esposa e seus amigos estão mortos, e ele sobrevive no hangar de um pequeno aeroporto abandonado com seu cachorro, Jasper, e um único vizinho, que odeia a humanidade, ou o que restou dela.
Mas Hig não perde as esperanças. Enquanto sobrevoa a cidade em um avião dos anos 1950, ele sonha com a vida que poderia ter vivido não fosse pela fatalidade que dizimou todos que amava. Hig é um guerreiro sonhador. E tem uma imensa vontade de gente, apesar da desilusão que se abateu sobre ele. Por isso é capaz de arriscar todo seu futuro quando, um dia, o rádio de seu avião capta uma mensagem...
Voe com Hig e Jasper e se encante ao descobrir que um mundo melhor pode estar em cada um de nós.


Por Luciana M.


Hig sobrevive em um pequeno aeroporto com seu cachorro Jasper e seu vizinho Bangley, o cara certo para querer como vizinho num mundo onde não se pode dormir com segurança de que acordará no dia seguinte inteiro. Os dois convivem respeitando um o espaço do outro, Hig voa pelos arredores do aeroporto para verificar se o perímetro está seguro de invasores, visita uma fazenda habitada por pessoas contaminadas que conseguiram sobreviver ao vírus que acabou com o mundo que conhecemos. 
Hig também costuma sair para pescar e caçar com seu fiel cão, Jasper. 

Eu adoro distopias, comecei a ler com grandes expectativas, mas no começo do livro estranhei não ter os travessões dos diálogos, então demorei a me acostumar com a escrita do autor, acho que por isso demorei a engrenar a leitura no livro. Só senti que fui conquistada lá para a metade do livro, mas as vezes ainda não sabia separar o que era diálogo do que não era, do que era lembrança ou divagações. Aí tinha que reler o parágrafo para entender o que estava acontecendo, mas a história é bonita de ler.

O começo do livro é mais focado em lembranças, em coisas do cotidiano dele pós apocalíptico, depois quando ele começa a se mover para longe do aeroporto, a história fica mais ativa, e a vontade de saber o que vem nas próximas páginas vai aumentando. Não quero entrar em muitos detalhes porque estragaria a leitura, mas apesar do começo um pouco lento e confuso (no meu caso por falta dos travessões dos diálogos), é um livro que vale a pena ser lido. Só não gostei de não ter uma explicação melhor sobre o vírus, de onde veio, esse tipo de coisa, sou curiosa sobre esse tipo de coisa.



Avaliação