29 de jul de 2013

Resenha: O Julgamento de Gabriel




Informações:
Titulo Original: Gabriel’s Rapture
Tradução: Fabiano Morais
Número de Páginas: 384
Formato: 16 x 23
Peso: 450g
Acabamento: Brochura
Lançamento: 03/7
ISBN: 9788580411850





Sinopse:
Eles estão vivendo uma paixão arrebatadora. Mas muitas pessoas são contra esse amor. Gabriel Emerson e Julia Mitchell se conheceram há muito tempo, quando ela ainda era adolescente, numa noite mágica e confusa. Mas, apesar de todo o sentimento que nasceu entre eles, no dia seguinte seus caminhos se separaram. Anos depois eles se reencontraram quando Julia começou o mestrado na Universidade de Toronto. Gabriel era um professor enigmático, sedutor e muito arrogante que a atormentava e perseguia. No entanto, o que mais fazia Julia sofrer era ele não se lembrar dela. Mas nem mesmo o insensível Gabriel é capaz de resistir à profunda conexão que existe entre eles e logo os dois embarcam numa tórrida paixão proibida. Com o fim do semestre e do curso ministrado por Gabriel, eles deixam de ser professor e aluna e enfim estão livres para viver seu amor. Ou pelo menos era o que pensavam. Após uma viagem romântica para a Itália, durante a qual Gabriel ensina a Julia todos os mistérios do prazer e, em troca, aprende com ela o significado do amor verdadeiro, os dois veem seus sonhos ameaçados. Duas denúncias junto ao Comitê Disciplinar da Universidade põem em risco o emprego de Gabriel e a carreira brilhante e promissora de Julia. Será que o professor vai ceder às ameaças ou irá lutar até o fim por sua amada? Será que essa paixão conseguirá resistir a um julgamento implacável? Na apaixonante sequência de “O inferno de Gabriel”, Sylvain Reynard constrói uma bela história de amor, da qual os leitores jamais se esquecerão.

Por Andréia Rosa

O Julgamento de Gabriel começa exatamente de onde seu antecessor terminou, na viagem dos pombinhos protagonistas à Itália.
Mas como a vida não é flores, eles retornam à Toronto. Júlia para concluir seu mestrado e Gabriel para cumprir suas funções de professor com a Instituição.
O que eles não sabem é que há pessoas como a maliciosa, Christa Peterson (Me desculpe caro leitor mais ela é uma VACA!), que não está nenhum pouco satisfeita por não ter conseguido seduzir Gabriel, e pelo relacionamento dele com Júlia o qual ela descobriu. Christa é o tipo de pessoa que consegue tudo o que quer, seja por meio de favores sexuais ou não.

Duas denúncias junto ao comitê disciplinar da universidade, aparecem podendo prejudicar além do relacionamento de Gabriel e Júlia, essas podem prejudicar suas carreiras.

S. Reynard, realmente me surpreendeu nesta continuação, li o livro em apenas 2 dias. Apesar do rmance ser lindo, sexy e meio piegas, nest segundo volume, Reynard busca explorar o que as pessoas fazem pelo seu verdadeiro amor.
Sofrer não é o bastante, e apesar de redenção ser o nome do terceiro volume, o protagonista busca sua redenção, o perdão de seus pecados e a sua reaproximação com deus. Mesmo sendo recheado de cenas sexualmente bem descritas o autor consegue explorar a fundo as características individuais de seus personagens.
Vemos mais sobre a família Clark e o prosseguir da vida após a perda de Grace. Conheceosa a família de Paul e somos apresentados ao melhorado e novo Tom Mitchel.

Enrolações a parte, "O Julgamento de Gabriel" consegue prender o leitor até chegar no seu desfecho, que mais romântico seria impossível. Sem quase nenhum gancho para o próximo livros, estamos nós aqui no aguardo, mas para quem sabe ler, um pingo ou uma vasectomia com possibilidade de inversão é letra.

Avaliação:

2 comentários:

  1. Eu ainda não li o anterior, mas são livros que me interessam.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. Neste momento acabei de ler o Inferno de Gabriel, dizer que estou em êxtase é pouco. E seu comentário sobre o próximo me deixa ansiosíssima para ler furiosamente... <3

    ResponderExcluir